Fale Conosco: (61) 9.9592-3632 (WA)

DOIS SUSPEITO DE AJUDAR LÁZARO, SÃO PRESOS EM COCALZINHO

Reprodução de Vídeo
Reprodução de Vídeo
Publicidade

Cocalzinho-GO. Grande reviravolta no caso da caçada ao maior criminoso do Centro-Oeste do Brasil Lázaro Barbosa na noite desta quinta-feira (24), quando o Secretário de Segurança Pública do Estado de Goiás Rodney Miranda anunciou a prisão de dois suspeitos de terem ajudado o criminoso, escapar dos policiais nessa que já é considerada a maior caçada dos últimos tempos.

Foto divulgação Jornal Metropoles

Os suspeitos são Elmi Caetano Evangelista, de 74 anos; e Alain Reis de Santana, 33 anos, sendo o segundo o caseiro da fazenda localizada no Distrito de Girassol que pertence ao município de Cocalzinho de Goiás.
Os policiais que faziam as buscas por Lázaro avistou um Fiat Strada cor prata, que desobedeceu as ordens de parar e tentou fugir, mas acabou detido e levado à delegacia de Águas Lindas. O veículo ficou apreendido e está sendo periciado pela polícia criminal na tentativa de encontrar provas.

Divulgação

Rodney disse que o caseiro tinha uma das armas roubadas em uma das chácaras, que Lázaro teria invadido em Cocalzinho, uma espingarda calibre 32 com 50 cartuchos de munição.
Com esse novo acontecimento justifica a dificuldade da polícia em encontrar o assassino da família Vidal e tantos outros crimes atribuídos a ele.

“Sabíamos que, não era normal ele conseguir fugir por tanto tempo sem ajuda, sem uma rede ajudando ele”, afirmou Rodney Miranda na coletiva.

O possíveis cumplices de Lázaro serão enquadrados nos crimes de porte ilegal de armas e facilitação de fuga, podendo inclusive responderem por os outros crimes cometidos pelo bandido.

As investigações também desconfiam que há mais pessoas envolvidas nessa fuga e já estão sendo investigadas no caso e segundo o secretário é uma “rede criminosa” que apoia Lázaro.
Foram encontrados esconderijos onde o criminoso pode ter se escondido, há grandes indícios da localização dele e nas últimas horas a polícia afirma, prender o criminoso.

A região continua cercada, policiais viraram a noite na mata, mas até o momento de fechamento dessa matéria, Lázaro não teria sido encontrado.

Alê Moraes

Editor Chefe
Jornalista, Editor, Programador, Apresentador, Repórter. O compromisso com a verdade e a narrativa real dos fatos mediante apuração, fazem da profissão uma dura realidade do cotidiano.
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

PUBLICIDADE

ÚLTIMA POSTAGEM