Fale Conosco: (61) 9.9592-3632 (WA)

MORO QUER DESTRUIÇÃO DAS PROVAS DAS CONVERSAS DIVULGADAS

Foto Lula Marques
Publicidade

Brasília, o Ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro, ligou para as autoridades que tiveram os seus celulares hackeados e avisou que o material encontrado será destruído.
Embora Moro tenha afirmado isso, tal decisão só pode ser, tomada por decisão judicial.
Segundo o Ministro, o material obtido de forma ilegal, não teria valor jurídico e por isso, o exame nesse conteúdo significaria invasão de privacidade dos envolvidos.
A Polícia Federal afirmou, que a investigação não é, para examinar o conteúdo dos arquivos, mas, em encontrar os responsáveis pelo crime e que serão preservados todos os arquivos.
O Juiz Vallisney Oliveira da 10ª Vara de Justiça Federal, diz que é previsto no Código Penal, que provas obtidas de forma ilícitas devem ser, separadas dos autos e inutilizadas. Portanto, nem Moro e nem a PF podem, destruir de maneira unilateral as provas, sem que haja uma solicitação da Justiça.
O Moro vem desde que foram publicadas as conversas pelo site The Intercept, a qualquer maneira destruir as provas, que supostamente foram feitas por ele com os Procuradores da Operação Lava Jato.

Alê Moraes

Editor Chefe
Jornalista, Editor, Programador, Apresentador, Repórter. O compromisso com a verdade e a narrativa real dos fatos mediante apuração, fazem da profissão uma dura realidade do cotidiano.
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

PUBLICIDADE

ÚLTIMA POSTAGEM