Fale Conosco: (61) 9.9592-3632 (WA)

CAIADO DIZ QUE O GOVERNO PODERÁ TOMAR MEDIDAS MAIS RÍGIDAS, CASO PREFEITOS NÃO COLABOREM PARA FREAR O AUMENTO DOS CASOS E DE OCUPAÇÃO DE LEITO

Reprodução Live do Caiado
Reprodução Live do Caiado
Publicidade

O Governador Caiado diz que é momento de conscientização e que a responsabilidade, já foi delegada pelo Supremo e caberá aos Prefeitos a ação dos decretos para todas as regiões.
Afirmou que, essa nova cepa da variante do COVID-19 está mais em evidência nas cidades do Entorno do Distrito Federal, de onde ela apareceu em Luziânia a forma mais agressiva do coronavírus.
Caiado diz que, não há vacina para todos e que essa remessa de 160 mil doses, ele só poderá vacinar apenas a metade das pessoas, porque é necessário aplicar duas doses da vacina.
Em relação punição a profissional da saúde, que simulou a aplicação da dose no idoso, diz que essa pessoa só pode ter um estado de psicopatia.
O Governador diz que, a culpa é não usar a máscara. Tenta conscientizar que a população, mantenha os cuidados de higiene e prevenção e afirma: “mesmo nós termos pedido que evitassem aglomerações, várias regiões não cumpriram nossa determinação e daqui a 14 dias veremos o resultado dessa desobediência.”.
A respeito da recomendação disse: “ Nós soltamos as normas segundo o comitê da Secretária de Saúde, mas cabe ao prefeito a aplicação dela ou não!”
Em Águas Lindas o prefeito afirmou no parlamento da cidade na tribuna, que deverá dentre os próximos dias tomar medidas mais duras, porque o município não tem leitos de UTIs e nem respiradores suficientes para atender um aumento dos casos de COVID-19. Já orientou ao Secretário de Saúde Dr. Ruy, que fizesse o levantamento sobre a situação real da pandemia e mediante aos dados, tomaria as medidas necessárias.
Muitos comerciantes estão preocupados e já ensaiam uma pressão sobre o prefeito, para que não fechem os comércios. Durante o feriado de carnaval a cidade teve várias festinhas clandestinas espalhadas e não fiscalizadas, na semana que precedeu o feriado, vimos uma grande cavalgada em Padre Lúcio onde reuniram mais de 600 pessoas sem nenhuma prevenção e uso das máscaras.

Alê Moraes

Editor Chefe
Jornalista, Editor, Programador, Apresentador, Repórter. O compromisso com a verdade e a narrativa real dos fatos mediante apuração, fazem da profissão uma dura realidade do cotidiano.
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

PUBLICIDADE

ÚLTIMA POSTAGEM