Fale Conosco: (61) 9.9592-3632 (WA)

PUJOL DIZ: “PAZUELLO SE FEROU E NOS FEROU JUNTO”, FALA DO EX-COMANDANTE DO EXÉRCITO BRASILEIRO

©Edson Cruz/Agência Brasil
©Edson Cruz/Agência Brasil
Publicidade

Brasília-DF. Em recente encontro na Capital Federal o ex-comandante do Exército Brasileiro o General Edson Leal Pujol, reclama da atuação do outro general o ex-ministro Eduardo Pazuello diante da pasta do Ministério da Saúde no governo Bolsonaro.

“Pazuello, quando o Bolsonaro lhe proibiu de comprar vacinas, você deveria ter pedido demissão. Obedecendo, você se ferrou e nos ferrou junto”, disse Pujol.

“Pazuello, quando o Bolsonaro lhe proibiu de comprar vacinas, você deveria ter pedido demissão. Obedecendo, você se ferrou e nos ferrou junto”, disse Pujol.

A declaração foi publicada pelo colunista de O Globo Ancelmo Gois ao Jornal O Globo do Rio de Janeiro.
Pazuello que deixou o cargo recentemente, é alvo da CPI da Covid no Senado Federal, sob fortes suspeitas de ser um dos responsáveis pela morte de milhares de pessoas durante a pandemia e principalmente no caso de Manaus, onde mesmo tendo as informações da falta de oxigênio, nada fez para sanar o caso.
Além de ter que explicar a compra de milhões de comprimidos do tal kit anti-covid, que incluía o medicamento Hidroxocloroquina como tratamento precoce do vírus SARs-COV2, sem nenhuma comprovação cientifica comprovada.
O ex-ministro também é alvo de investigações no TCU (Tribunal de Contas da União) e no MPF (Ministério Público Federal)

Fonte: Metrópoles.

Alê Moraes

Editor Chefe
Jornalista, Editor, Programador, Apresentador, Repórter. O compromisso com a verdade e a narrativa real dos fatos mediante apuração, fazem da profissão uma dura realidade do cotidiano.
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

PUBLICIDADE

ÚLTIMA POSTAGEM